1.jpg

Empreendedorismo nas universidades: Enactus


A entrevistada de hoje é a Paula Oliveira, gerente de Programa do Enactus Brasil.

O Enactus é uma organização internacional sem fins lucrativos, que por meio de ações nas universidades, busca inspirar os alunos a melhorar o mundo com ações empreendedoras.

No Centro Universitário UDF, onde sou docente e responsável pelo Programa de Extensão, também estamos montando um time de estudantes para participar da competição nacional. Após conhecer a Paula e me envolver com o Programa, resolvi trazer uma entrevista para vocês.

Aproveite!

1. Paula, afinal, o que é Enactus?

Enactus é uma organização internacional sem fins lucrativos dedicada a inspirar os alunos a melhorar o mundo através da Ação Empreendedora. Somos uma rede de estudantes, líderes executivos e líderes acadêmicos, onde fornecemos uma plataforma para os universitários criarem projetos de desenvolvimento comunitário que prezam pela formação de habilidades e talentos das pessoas em foco.

Com isso, nossos alunos fazem da Ação Empreendedora a ferramenta que transforma vidas. E a transformação acontece dos dois lados: as pessoas beneficiadas dos projetos, bem como os alunos, que desenvolvem valores para se tornarem os verdadeiros líderes do futuro.

A Enactus é responsável por formar, treinar e acompanhar os times Enactus. Esses times são compostos por professores e líderes estudantes pró-ativos, que veem a participação em um time Enactus como uma forma de exercer e aprimorar o seu espírito de liderança, enquanto colocam em prática, por meio de seus projetos, os conhecimentos que aprendem em sala de aula.

A Enactus Brasil também é responsável por promover eventos que aproximam os estudantes das empresas que apoiam a Enactus, tornando-se uma vitrine de talentos para esses jovens. Desta forma, mais do que uma chance real de fazer a diferença na vida de comunidades, a Enactus também proporciona oportunidades de carreira.

Ao aproximar os jovens universitários dos líderes de negócios e das organizações que acreditam que por meio de seus projetos, os alunos tornam-se melhores líderes e profissionais, a Enactus proporciona conexões de lideranças e oportunidades de carreira.

2. E qual a trajetória do Enactus no Brasil?

A Enactus se iniciou no Brasil em 1998, porém o crescimento significativo de nossa rede no Brasil se deu a partir de 2011, quando nos tornamos subsidiárias da Enactus Worldwide.

Isso permitiu que tivéssemos maior visibilidade dentro da Rede Enactus e, desde então, saltamos de 15 para 72 Times Ativos, os quais desenvolvem mais de 100 projetos em 16 Estados – Amazonas (AM), Bahia (BA), Ceará (CE), Maranhão (MA), Minas Gerais (MG), Pará (PA), Paraíba (PB), Paraná (PR), Pernambuco (PE), Piauí (PI), Rio de Janeiro (RJ), Rio Grande do Norte (RN), Rio Grande do Sul (RS), Santa Catarina (SC), São Paulo (SP) e Tocantins (TO).

3. Qual o papel que você exerce na equipe do Enactus Brasil? Quem são os outros integrantes do time?

Estou na Enactus Brasil há 2 anos e meio, exercendo a função de Gerente de Programa Nacional. Meu principal papel é o desenvolvimento e acompanhamento dos Times Enactus no Brasil. Para isso, conto com uma equipe de 3 coordenadoresr regionais, que atuam com os times de forma mais próxima, no auxílio ao desenvolvimento dos times e projetos.

Além da equipe de programa, temos a equipe do administrativo/financeiro e o presidente da Enactus Brasil, Kleber Marins de Paulo.

4. Fale sobre dois projetos nacionais que muito te marcaram.

Essa é uma pergunta muito difícil (Rs)! Acho que todos os projetos Enactus são muito significativos, pois marcam não somente a vida dos estudantes e beneficiados, mas formam realmente uma “corrente do bem”, onde uma pessoa acaba ajudando a outra a se desenvolver. Citarei dois projetos que hoje são muito queridos dentro de nossa rede.

O primeiro deles é o Aggros, projeto executado pelo Time Enactus CEFET/RJ. Nesse projeto, o Time viu a oportunidade de transformar a agricultura na Associação de Moradores do Agroprata, a partir da reestruturação do negócio e aproveitamento do frutos que seriam desperdiçados para a fabricação de novos produtos: Caqui e banana passas e vinagre de caqui.

Esse projeto já impactou a vida de centenas de pessoas da região e hoje está trabalhando no desenvolvimento de tecnologias eficazes para a melhoria da condição de vida das pessoas da Associação, como instalação de painéis solares para quem não tem energia e a construção de uma tirolesa, que facilitará o escoamento de produtos dos sítios de produção diretamente para a Associação.

Outro projeto de impacto é o Eva, desenvolvido pelo Time Enactus FACAMP. O Projeto EVA tem como principal objetivo possibilitar a ressocialização e o empoderamento econômico de mulheres que cumprem pena na Penitenciária Feminina de Campinas. Por meio da capacitação na produção se sabonetes artesanais, essas mulheres têm a oportunidade de melhorar suas condições de vida na penitenciária, além de garantirem uma nova alternativa para serem inseridas no mercado de trabalho, quando estiverem em liberdade.

5. E qual o projeto internacional que mais te marcou?

Um grande projeto de nossa rede é o Access Water, desenvolvido no Marrocos. O Time observou que uma das maiores necessidades do continente africano era o acesso a água limpa e de qualidade.

A partir dessa oportunidade e juntamente com especialistas da Universidade, o Time desenvolveu dois filtros que possibilitam que águas barrentas e com altas quantidades de sais possam se tornar potáveis.

Os filtros são de baixo custo de produção, podendo ser vendidos também a um custo muito baixo, além da técnica de produção ser altamente replicável.

A própria comunidade aprende a construir o filtro, e além de ter uma fonte segura de água, a fabricação dos mesmos de torna fonte de renda para essas pessoas, que os vendem para quem precisa.

6. Se você pudesse escolher três grandes lições tiradas a partir do relacionamento com comunidades, universitários e professores de todo o Brasil, quais seriam?

A primeira seria, sem dúvida, o respeito. Cada ser humano é único e o que nos faz tão grandiosos é a diversidade. Na Enactus, temos a liberdade de ser quem somos, de trazer o melhor de nós para ajudar a transformar realidades, a começar das nossas próprias. E o respeito é o que nos guia nessa missão.

A segunda lição seria a resiliência. Tanto para os times quanto para nossa equipe Enactus Brasil, os desafios são muito altos e às vezes nos deparamos com muitos obstáculos. Mas com determinação e coragem, conseguimos sempre a força necessária para seguir a diante.

E a terceira, e talvez a maior lição, é que juntos chegamos mais longe. A Enactus é uma construção de liderança a partir da coletividade e isso nos torna uma organização tão singular. É um desenvolvimento de equipe, mas ao mesmo tempo agindo individualmente, de dentro para fora. É a prática da palavra Zulu “Ubuntu” – Eu sou porque Nós somos.

7. O que você sugere ao leitor de nosso blog que pretende atuar nas atividades do Enactus?

Primeiramente, visitem nossa página no facebook e também o site da Enactus. Lá vocês encontrarão mais informações sobre nossa operação, os times e projetos!

E caso queiram fazer parte dessa família, podem entrar em contato direto comigo: poliveira@enactus.org ou 11 94226-5995.

8. Deixe um último recado para os leitores do blog Mude, Você, o Mundo!

Venha fazer parte da Enactus!

Juntos, nós podemos mais! Juntos, nós somos Enactus!

Obrigado, Paula!

GOSTOU? COMPARTILHE!

#oportunidade #entrevista #inspiração #empreendedorismosocial #empreendedorismo

  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
  • LinkedIn ícone social

© 2014 Mude, Você, o Mundo! Empreendedorismo social e economia de impacto

Todo material pode ser utilizado desde que citada a fonte.