© 2014 Mude, Você, o Mundo! Empreendedorismo Social.

Todo material pode ser utilizado desde que citada a fonte.

1.jpg
  • Gabriel Cardoso

Empreendedorismo, Brasil e Eleições 2014


Segundo dados do IBGE de 2012, mais de 23 milhões de brasileiros são considerados empreendedoras, trabalhando por conta própria ou como empresário. Além das micro e pequenas empresas, existe no Brasil a figura do Microempreendedor Individual, que permitiu que milhares de brasileiros vivessem do empreendedorismo e saíssem da informalidade.

É sabido também, por meio de diversas pesquisas e estudos, que a cultura empreendedora e a capacidade de um povo em empreender está diretamente ligada ao sucesso econômico de uma nação. Como contribuição direta, o empreendedorismo gera emprego, contribui com o PIB e atende a necessidades da sociedade; e de forma indireta, traz uma série de impactos positivos, desde o oferecimento de soluções de problemas nacionais até a contribuição para questões sociais e ambientais de uma nação.

Mas não é só o empreendedorismo em si que lega algo de positivo a uma nação. As características ditas empreendedoras, como iniciativa, curiosidade, persistência, cooperação, disciplina, comunicação e proatividade - só para ficar em algumas -, são imprescindíveis para uma carreira profissional bem sucedida: aumentam o desempenho e a empregabilidade, podendo trazer ao seu detentor melhores posições profissionais e melhores salários (e consequentemente maior produtividade para a sua nação).

A maior referência do movimento empreendedor e da prática empreendedora no mundo é a Pesquisa da Global Entrepreneurship Monitor, GEM, que traz análise bastante detalhada de fatores, componentes e variáveis relacionadas ao Empreendedorismo. O último relatório, de 2013, pode ser encontrada AQUI.

Por tudo isso cabe a nossos gestores públicos não só incentivar a cultura empreendedora em um país, mas criar condições para que o empreendedorismo crie raízes e cresça no solo de sua nação.

Quando você escolheu seu governador, considerou a proposta de seu candidato nesse campo? E qual é a posição política dos senadores e deputados que receberam o seu voto quando se trata de empreendedorismo?

Quem avaliou isso no primeiro turno, muito bem! Para quem não avaliou, há como se redimir. Trarei no próximo post uma breve análise das principais propostas dos presidenciáveis Aécio Neves e Dilma Roussef no que tange ao Empreendedorismo no Brasil.

Felicidades! GC

#política #empreendedorismo #economia

2 visualizações
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
  • LinkedIn ícone social